jump to navigation

Aos poucos online se liberta do impresso 7 outubro, 2006

Posted by Fabio Malini in Blogs, copyflet, jornalismo.
trackback

Em Córdoba, na Argentina, o jornal La Voz.com.ar segue na sua reformulação a tendência de distanciamento do impresso como metáfora para composição de seu layout. Um deles: a abolição do menu com editorias. Muitíssimo influenciado pelo Clarin. Contudo, não tem a linguagem blog do Clarin. Este opta por dar informações atualizadas, uma seguida da outra como se fossem vários posts. Não importanto a hierarquia de editorias.
Por falar  em blogs, o jornal abusa dessa ferramenta. Para o idealizador da página (vale à pensa conferir a entrevista do cara no blog Visualmente), os blogs ocupam no jornal o espaço da conversação entre jornal e leitores.

Creemos que los blogs no van a reemplazar a los medios, pero que están haciéndolos cambiar. En nuestra flamante sección de blogs, que ocupa un lugar destacado en varios lugares de la home, hemos buscado abrir la conversación con los lectores, hacer transparentes los procesos de producción de noticias y establecer más espacios para el debate y el pluralismo de ideas. Estamos convencidos de que es el mejor aporte que podemos hacer a la democracia. No sé si finalmente los blogs ocuparán el lugar de “quinto poder” que algunos les atribuyen, pero sí estoy seguro de que nos ayudan a hacer mejor nuestro trabajo y a conocer mejor a nuestros usuarios. Los blogs ofrecen una mirada fresca y renovada sobre la realidad. Por esa razón ofrecemos cuatro espacios distintos: hay una sección de blogs de periodistas del diario, otra para bloggers invitados que hablan sobre múltiples temas, para los propios lectores que nos envían sus propuestas y un espacio de blogs recomendados. Es más, el evento de lanzamiento del nuevo sitio contó, entre los más de 200 empresarios, anunciantes, creativos y agencias de publicidad, con varios bloggers locales que fueron invitados de manera especial. (Franco Picatto, editor do La Voz.com.ar, via Visualmente)

 

Comentários»

1. Sérgio Rodrigo - 7 outubro, 2006

Fábio,

não sei se percebeu, mas eu e a Tâmara rompemos em relação ao blog. Tudo se deve a toda aquela situação e censura branca como você mesmo batizou.

Abraços,

Sérgio R.

p.s.: que bom que gostou das mudanças… você nem imagina as outras que vem por aí. Acho que vai gostar…

2. Luísa Buzin - 7 outubro, 2006

Mas Malini, isso da falta de editorias não é meio problemático pra um hornal online?! Até alguns blogs já organizam os posts em editorias…. O seu, por exemplo… eu ficaria meio perdida num jornal/blog.. acho..

3. Fabio Malini - 8 outubro, 2006

As editorias, na verdade, são índices fixos. A forma de leitura caminha para a existência dos tags (aqui no meu blog dei o nome de editoria, mas poderia botar o nome de tags tranquilamente). Posso eliminar alguns tags e criar outros. Essa flexibilidade é uma novidade na forma de organização da informação (os teóricos da ciência da informação chama isto de recuperação da informação).

Mas estou loucamente pertubado com o desejo de colocar uma nuvem de tag no meu blog (como tem o clarin)

4. Sérgio Rodrigo - 9 outubro, 2006

Oi, Fábio!

Como está?

Já viu o vídeo em meu blog sobre no último Cinemecos, no Metrópolis? Foi um vídeo que produzi pro blog sobre a última sessão com o filme “Amarelo Manga”. Vão lá prestigiar! Tem o Mayron, o Rodrigo, a Manuela, o Vinícius B. e a Natália.

Abraços,

Sérgio Rodrigo

O link para ver o video é:
http://aponteclandestina.blogspot.com/2006/10/cinemecos-apresenta.html

Obs.: Sim, esta mensagem é uma Spam assumida.

5. Ariani - 10 outubro, 2006

Malini, exclusividade total… Eu e Sérgio fizemos um vídeo-documentário na abertura da Feira do Verde.
Não deixe de assistir nos nossos blogs. Vai estar disponível bem antes que nos outros veículos de comunicação. Sem contar que são imagens e depoismentos que ninguém mais vai mostrar.
Abraços,
Ariani

6. Fabio Malini - 10 outubro, 2006

Que ótimo!!! VOu ficar conectado ao blog de vocÊs!!!

7. Deysi Cioccari - 11 outubro, 2006

Mandei o teu post sobre a Manuela pra todos os deputados da campanha ao governo do Estado (RS- Coligação Rio Grande Afirmativo- Yeda Crusius). A campanha do desarmamento em 2005 (o não) também trabalhou muito com a internet. É incrível como algumas pessoas ainda menosprezam o seu valor.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: