jump to navigation

Internet: a Alquimia da multidão 27 dezembro, 2008

Posted by Fabio Malini in Sobre o virtual.
1 comment so far

Já está disponível toda a primeira seção do livro Comment le web change le monde, de Francis Pisani & Dominique Piotet.

Anúncios

laptop x desktop 27 dezembro, 2008

Posted by Fabio Malini in Sobre o virtual.
add a comment

E pela primeira vez no mundo, a venda  de laptops é maior que a de desktop? Será a nova era, a da ubiqüidade?

Campus Party, eu vou! 24 dezembro, 2008

Posted by Fabio Malini in campusblog, campusparty.
2 comments

A programação beta do Campus Blog já está lá no blog do Edney. Organizada em parceria com o Alexandre Inagaki, as palestras e cursos estão muito bem definidos e, principalmente diversificados.

Eu vou no Campus Party (minha palestra é dia 21/01) e vou ficar afundado no Campus Blog, porque sou tarado por esse tema.

Em tempo: Edney está a fazer uma gincana virtual cujo prêmio é um ingresso para participar do Campus Party.

Em tempo 2:  Tim Berners Lee faz conferência de abertura do Campus Party.

MundoVix no Youtube 20 dezembro, 2008

Posted by Fabio Malini in Pensamento Negri.
add a comment

3104165607_54373647c7_mPara quem perdeu a palestra do Antonio Negri no Seminário MundoVix, ela já está disponível no Youtube (parte 1, parte 2, parte 3, parte 4, parte 5).

hardt e negri in Rio 17 dezembro, 2008

Posted by Fabio Malini in multidão, Pensamento Negri.
Tags: , , , , ,
add a comment

Para quem curte a obra do Antonio Negri e Michael Hardt, eles fizeram duas magníficas palestras no Fórum Livre de Direito Autoral, no Rio de Janeiro.

Hartd trouxe uma análise sobre a “abolição das identidades” como projeto política da multidão. E Negri discorreu sobre as relações entre comum, democracia e crise atual.

Todas as palestras do seminário estão disponíveis no site do seminário.

Yoani Sánchez e o surrealismo cubano 6 dezembro, 2008

Posted by Fabio Malini in américa latina, Blogs, experiências, jornalismo cidadão.
Tags: , , ,
2 comments

Yoani Sánchez, blogueira do GeneracionY, cubana, filósofa, tem passado poucas e boas no seu país. Lá, ter e manter um blog pode ser uma atividade que ameace à revolução, “ao papá”, como ela diz. Na última quinta, junto com Antonio Granado e o Tiago Dória, entrevistei-a no Itaú Cultural, no âmbito do Seminário Rumos Jornalismo Cultural.

A entrevista foi feita no calor de uma “situação surreal”. A Polícia, na véspera, a havia proibido de produzir o seu blog. E de sair de Cuba. “Desde março deste ano, o governo cubano colocou um filtro no meu blog para que não seja possível que se leia o blog em Cuba”, contou.

A blogueira revelou que a antipatia que tem o poder de ti  se deve ao fato de seus posts serem lidos em Cuba não só pela internet, mas também através de cópias impressas que são distribuídas no interior da ilha.

“Pela primeira vez os censores não podem deter um fenômeno informativo. A cada novo intento de censurar o meu blog, mais visitas ele acaba recebendo”, argumentou.

Quem quiser conferir, a entrevista na íntegra é só dá um pulo no blog do Tiago Dória. Tem também: o post da reprimenda da polícia a Yoani e a repercussão da censura à autora na blogosfera.

Antonio Negri e Michael Hardt em Vitória-ES 1 dezembro, 2008

Posted by Fabio Malini in Sobre o virtual.
Tags: , , , ,
4 comments

A Universidade Federal do Espírito Santo, a Rede Universidade Nômade e a Prefeitura Municipal de Vitória convidam-no para participar do Seminário Mundo Vix, a ser realizado nos dias 10 a 12 de dezembro, no auditório Manoel Vereza, no CCJE/UFES e no Teatro Universitário:

cartaz-mundovix-frente

MUNDO-VIX
A POLÍTICA DO COMUM: Cidades, Democracia e Globalização

10,11 e 12 de dezembro de 2008

Auditório Manoel Vereza/CCJE e Teatro Universitário
O evento é gratuito e aberto.


Organização:
Departamento de Comunicação Social – UFES
Laboratório de Território e Comunicação – UFRJ
Universidade Nômade
Prefeitura Municipal de Vitória


Coordenação Geral: Giuseppe Cocco

Coordenação Técnica: Fábio Malini e Gerardo Silva


PROGRAMAÇÃO

Dia 10

15:00 Abertura Oficial – Auditório Manoel Vereza – CCJE/UFES

A Política do Comum: Cidades, Democracia e Trabalho
A proposta do Seminário Mundo Vix é de pensar os desafios globais a partir de uma realidade municipal e, vice versa, pensar o governo municipal a partir desses desafios globais. O desafio é exaltado pela crise terminal do neoliberalismo e o horizonte de incertezas que se abre. A transformação da crise implica na inovação política da discussão sobre as novas dimensões do trabalho, as lutas e as instituições do comum.

João Coser – Prefeito Municipal de Vitória-ES
Rubens Rasseli – Reitor da UFES

Giuseppe Cocco, UFRJ
Fábio Malini, UFES

16:00 a 19:00 – Auditório Manoel Vereza – CCJE

O trabalho da metrópole: redes de cooperação e precariedade

Se o modo de regulação neoliberal do regime de acumulação que caracteriza o capitalismo cognitivo acaba de desmoronar, as transformações estruturais do trabalho que o caracterizam são irreversíveis. Elas dizem respeito à difusão social nas redes metropolitanas de um trabalho que implica na produção de formas de vida por meio de formas de vida e em um regime de controle que passa pela sua sistemática precarização.

Yann Moulier Boutang: Universidade Tecnológica de Compiègne(França)
Paulo Henrique de Almeida: – UFBa

Debatedor: Giuseppe Cocco – Universidade Nômade e UFRJ
Moderação: Vinicius Wu – Chefe de Gabinete da Secretaria de Reforma do Judiciário.


Dia 11
10:00 a 13:00 – Auditório Manoel Vereza – CCJE

Novos governos e movimentos na América Latina
A América do Sul é atravessada por um ciclo político incomparavelmente aberto aos processos de democratização. Em praticamente todos os países encontramos experiências de governo que são a expressão, pelo menos parcial, da critica social ao neoliberalismo e representam tentativas inovadoras de equacionar o quebra-cabeça da exclusão social e o do crescimento econômico. O que as primeiras edições do Fórum Social Mundial afirmavam com força como horizonte aberto de possibilidades aparece hoje em dia como um terreno concreto de inovação política e institucional. Outros mundos são possíveis e essa potencialidade está sendo experimentada na América Latina.

Raul Prada – Grupo Comuna – Bolívia
César Altamira – Universidade Nômade – Argentina
Oscar Vega – Grupo Comuna- Bolívia

Debatedor: Alexandre Mendes – Universidade Nômade – UERJ
Moderador: Henrique Antoun – ECO/UFRJ

PAUSA ALMOÇO

14:30 a 17:30 – Auditório Manoel Vereza – CCJE

O devir-Mundo do Brasil: Mestiçagem, migrações, racismo
Os temas do combate ao racismo, das migrações e da mestiçagem atravessam os movimentos e marcam novos tipos de conflitos dentro da globalização. Nos Estados Unidos, o movimento dos migrantes ilegais constituiu um dos elementos mais importantes das lutas depois de Seattle, em 1999. A revolta das periferias na França mostrou que o centro é atravessado pelos movimentos da periferia. Nesse novo contexto, o Brasil– com suas dinâmicas mestiças – pode constituir-se em um terreno de inovação social e política.

Giuseppe Cocco –UFRJ
Alexandre do Nascimento – Universidade Nômade, Pré Vestibular para Negros e Carentes / RJ
Leonora Corsini – Universidade Nômade

Debatedor: Ivana Bentes – UFRJ
Moderação : Caia Fittipaldi – Universidade Nômade



18:30 – Auditório Manoel Vereza – CCJE

Conferência 2 : A Metrópole e o Comum
No capitalismo contemporâneo, o novo espaço produtivo é a metrópole e suas redes de trabalho difuso. As dinâmicas metropolitanas misturam produção e reprodução e tem em seu cerne a constituição de formas de vida. A Cidade se constitui, nesse sentido, no terreno privilegiado para pensar a relação nova entre lutas e produção, as condições materiais da construção de um Comum que permita aos fragmentos de se recompor em redes de cooperação, de “fazer multidão”.

Michael Hardt – Universidade de Duke – Estados Unidos

Debatedor: Gerardo Silva – UFRJ


Dia 12
10:00 a 13:00 – TEATRO UNIVERSITÁRIO
As Instituições do Comum na Globalização

A América do Sul é o teatro de um ciclo político virtuoso e diversificado que deu materialidade à palavra de ordem do Fórum Social Mundial de Porto Alegre: “um outro mundo é possível” ! A partir de uma grande diversidade de experiências de movimento e governo, as esquerdas sul-americanas se aventuraram na experimentação institucional de radicalização democrática e na reabertura do debate sobre um horizonte não apenas pós-neoliberal, mas também pós-capitalista.

Antonio Negri – Filósofo – Universidade Nômade – Itália
Moderação : Alberto Kopittke : Assessor Parlamentar

PAUSA ALMOÇO

15:00 – – Auditório Manoel Vereza – CCJE

A Crise Financeira Global
Crise do capitalismo financeiro ou crise do capitalismo contemporâneo tout court? De maneira paradoxal, as teses que separam o capitalismo em duas dimensões, uma que seria “real” diante de uma que seria “fictícia” encontram dificuldades a apreender a crise atual. É a economia como um todo que é abalada e o que está em crise é o regime de acumulação, quer dizer de exploração, de um capitalismo que se valoriza pela captura das formas de vida.

Christian Marazzi – Scuola Professionale – Suíça
Joaquin Herrera Flores – Universidad Pablo Olavide, Sevilla – Espanha

Debatedor: Antonio Martins – Le Monde Diplomatique