jump to navigation

A imagem imersiva 28 setembro, 2006

Posted by Fabio Malini in arte digital, Sobre o virtual.
9 comments

 

Trata-se das intervenções em 3d (um grafite no chão) do artista Julian Beever, que utilizando a técnico do anamorfismo cria essa ilusão cibernética no caos urbano. A imagem retrata bem a nova forma de percepção humana.

A imagem era criada para ser vista por um observador, que assumia o mesmo ponto de vista do pintor ao contemplar uma obra (é a tal da perspectiva renascentista). Hoje a obra deslocou a relação sujeito – objeto. Aquele distanciamento do pintor do seu objeto, e do observador da imagem retratada, está anacrônico. O modo de percepção se altera porque as imagens precisam proporcionar o envolvimento e a imersão. Só fazem sentido se o observador entrar dentro dela.

Acredito que nossa sociabilidade está cada vez mais imersiva. Precisamos, antes de ver a realidade, ver como ela fica no computador.

Via: El gato en el tejado

Anúncios

sobre a genealogia do webjornalismo 28 setembro, 2006

Posted by Fabio Malini in jornalismo, Sobre o virtual.
2 comments

O jornalismo online, apesar de ainda ser uma criança de dez anos, já tem um pouco de história para contar. Particularmente, em termos de conteúdo editoriais, já ainda a predominância da lógica do lead na sua produção. Contudo, ele encontra cada dia novas linguagens. Do breaking news ao flash jornalism.

Na próxima quarta, vou apresentar teoricamente o tema. Mas já a antecipo com esse arquivo o download: Evolução do jornalismo online

Na contramão da blogosfera 27 setembro, 2006

Posted by Fabio Malini in Blogs, Sobre o virtual.
3 comments

Absolutamente sou contra a tese de que os blogs representam a fragmentação do espaço público. Mas há quem aposte na tese moderna meio habbemasiana. Trata-se do livro Blogs e a Fragmentação do Espaço Público, de Catarina Rodrigues, pesquisadora da Universidade da Beira Interior (UBI), em Portugal. O livro tem uma versão para download.

Sou contra a tese de fragmentação pois:

1. A idéia de espaço público, para mim, é transcedental. Nada acontece na praça (símbolo do espaço público) do meu bairro há pelo menos uns 30 anos. Nem sei se aconteceu algum acontecimento público por lá.  Aliás, a praça está mais ocupada por uma galera meio marginal do que pelos atores sociais que possibilitam a transformação do mundo. Aliás, a única praça de fato ocupada é a de alimentação nos shopping centers, chamadas pelos arquitetos de currais pós-modernos.

2. Sou macluhaniano neste ponto. A fragmentação não é uma invenção da blogosfera, mas uma invenção do livro, que criou a noção de público e a de indivíduo isolado. O eletrônico possui outro estatuto ontológico: faz parte do ser eletrônico viver em uma consciência planetária. Não há empiricamente como afirmar que um sujeito conectado está isolado do mundo, num eu egóico. Então, ao contrário da tese da fragmentação, defendo que a blogoesfera é um campo de integração de opiniões, experiências e atitudes de e na rede.

3. Não há fragmentação na blogoesfera. Há só comutação, sujeitos conectados ou possivelmente conectados. Não é da função do blogueiro produzir opinião pública, mas opiniões singulares em rede. O público na rede é líquido (é multidão).

Via Jornalismo e Internet.

Mais um artigo publicado 27 setembro, 2006

Posted by Fabio Malini in copyflet, Sobre o virtual.
1 comment so far

A Rede de Informações para o Terceiro Setor (RITS) publicou artigo meu sobre a dialética entre a new economy e a gifty economy. O texto aborda as tensas relações entre uma economia proprietária das redes (que busca controlar a informação) e a economia da liberdade das redes (em que a dádiva e a liberdade fundam as trocas de informação). Há uma versão do artigo para download.

Para quem não conhece, a RITS tem um papel pioneiro na democratização da comunicação e na inclusão digital no país.

A dimensão ética da Internet, anotações 20 setembro, 2006

Posted by Fabio Malini in Sobre o virtual.
12 comments

Resolvi atualizar minha memória (virtual) como docente. Explico. Preparo aulas ainda no papel, faço anotações de insight. Depois sempre as perco. Um pouco de propósito para que no outro período faça uma outra aula, sempre renovando aquilo que penso. Só que isto é um saco. Resolvi colocar tudo no editor de texto e pronto. Cada período deleto e faço insert daquilo que houve de novo.

Por isso, para deleite de quem acessa o  blog, segue arquivo com minhas anotações em tópicos sobre a genealogia e no desenolvimento da Internet.

Baixe aqui: Anotações sobre a natureza da Internet

PS: estava escrever esse post, quando me supreendo com o WordPress. Acaba de traduzir sua interface para o português. E, no lugar de Write post, mandou um Escrever Notícias. O mercado é direto e reto: o jornalismo é do povão. Ou pelo menos, a linguagem jornalística.
PS: Estou lento no post por conta da minha eterna desculpa: a tese, que precisa ser defendida até março.

Quero um Blog falado 15 setembro, 2006

Posted by Fabio Malini in Blogs, copyflet.
5 comments

Quem estiver a fim de ter um blog falado, ou seja, um podcast, há um Blogger do podcast: é o Evoca. É um site em que o usuário criar seu próprio blog de áudio. Além disso, todo áudio tem uma etiqueta, o que permite que blogs como meus possam publicar o áudio alheio.

O curioso que quiser saber como fica a combinação de texto e áudio, uma boa dica é o blog e-dentidad, um dos melhores da blogosfera hispânica.

Professor ainda na era gutemberguiana 15 setembro, 2006

Posted by Fabio Malini in Sobre o virtual, Ufes.
2 comments

Via Jornalismo e Internet, descubro a publicação do estudo Comunicação Digital: profissionais e desafios acadêmicos. Trata-se de uma pesquisa aplicada pela Rede Ibero Americana de Comunicação Digital a um conjunto de profissionais de ensino .

Conclusão da obra: os professores ainda estão na era analógica, poucos possuem competências na utilização de recursos da era digital na organização das suas práticas pedagógicas.

O estudo está disponível em pdf.

 

 

Ei, aperta o vermelho aê! 15 setembro, 2006

Posted by Fabio Malini in Comunidade virtual, Mobilidade, política.
1 comment so far

No Chile, na Bolívia e Argentina, rola na blogosfera uma campanha de protesto contra as tarifas da telefonia celular. Chama-se “Apagalo” e pretende, no dia 27 de setembro, uma manifestação atípica: todos desligarem os seus celulares. Motivo: lá – como aqui – as tarifas estão nas alturas. Um minuto chega a ser 100 vezes mais do que 60 segundos no telefone fixo.

Via: Blogs Corporativos

Cidade Marcada 15 setembro, 2006

Posted by Fabio Malini in Propaganda, Sobre o virtual.
add a comment


Via Juan Freire, um belo vídeo que demonstra como estamos vivenciando na cidade o bombardeio de informações feito pela publicidade. São textos, signos e marcas que remetem a uma economia da atenção estupenda. Não é à toa que o mundo hoje rejeita quem tem déficit de atenção (não sei se isso existe ou se é uma invenção da indústria farmacêutica).

Todo em preto e branco, como um positivo fotográfico, o filme exclui as noção de profundidade de campo, para nos remeter a uma imersão subjetiva ao universo da “branded city”.

Leitor versus jornalista 14 setembro, 2006

Posted by Fabio Malini in Blogs, copyflet, jornalismo, Sobre o virtual.
5 comments

Deu no Terra Informática: Imprensa perde espaço para o ‘jornalista-cidadão’. A matéria é uma entrevista com Dan Gimor, autor do livro Nós, a mídia. O cara lista uma série de sites criados por leitores não-jornalistas que se tornaram fundamentais para outros leitores se tornarem mais informados sobre o “mundo moderno” (adoro usar esse clichezinho!)

“Com as novas tecnologias, como a internet e o celular, a mídia se democratizou. Não no sentido de maiores direitos das pessoas, mas de maior participação de todos na comunicação”, disse Gillmor, em palestra na terça-feira.